Viena

Viena

Nossos Serviços particulares disponíveis em Viena:

  • Passeio com guia brasileira em Viena guiado em português, particular a pé, transporte público
  • Passeios Day Tours pela Áustria
  • Transfers

SUGESTÕES DE ROTEIROS PERSONALIZADOS EM VIENA

Atrações com * indicam visita interna recomendada.

PASSEIOS A PÉ PELO CENTRO DE VIENA                                                                    

Destaques:

  • Catedral de São Estevão.
  • Graben – coluna da Peste
  • Kohlmarkt (o boulevard de compras mais luxuoso de Viena)
  • Palácio Hofburg

Dependendo da disponibilidade de tempo e interesses individuais pode-se optar por:

  • Área “Blutgasse Viertel”.
  • Antigo bairro da Universidade.
  • Área do quarteirão escocês.
  • Antiga área judaica

     Em todos os passeios acima podem incluir visitas por dentro:

  • Visita guiada dentro da Catedral ou também subir na torre norte de elevador ou escalar a torre sul.
  • Visita guiada ao teatro da ópera.
  • Visita guiada ao Museu Sissi e aos Apartamentos Imperiais
  • Visita guiada à cripta dos Capuchinhos com os sarcófagos monumentais dos Habsburgo

VIENA PANORÂMICA: 

  • Ringstrasse (Ópera, Museus gêmeos, Parlamento, Prefeitura, Burgtheater)
  • Praça Karlsplatz (A sala de concertos mais famosa do mundo está no Musikverein, a Igreja de São Carlos é a mais importante igreja barroca, os Pavilhões da antiga linha de metrô e o Edifício da Secessão que também se encontram entre os mais importantes prédios de art nouveau da cidade)
  • Palácio Belvedere, antiga residência de verão do príncipe Eugênio – Passeio pelo jardim onde podemos desfrutar de uma vista única do centro histórico de Viena.
  • Praça Maria Theresa – Curto passeio até a Praça dos Heróis para admirar o panorama inesquecível dos edifícios mais imponentes da Avenida Ringstrasse.
  • Prater – com sua famosa Roda Gigante a qual é um dos símbolos de Viena.
  • Rio Danúbio e a Viena moderna com a Cidade da ONU e a Torre do Danúbio.
  • A extraordinária “Casa de Hundertwasser” e o edifício “Kunsthaus” ambos construídos pelo artista Hundertwasser, com superfícies multicoloridas, formas irregulares e cobertas de vegetação.
  • Palácio de Schönbrunn – Caminhada pelo seu belo jardim

   

VIENA IMPERIAL

  • Visita guiada ao Museu Sissi e aos Apartamentos Imperiais. O museu exibe muitos objetos originais de posse da Imperatriz, mas também algumas réplicas interessantes. O museu leva o visitante a descobrir a diferença entre o que existe de mito e de verdade sobre a vida da famosa Imperatriz Elisabeth.
  • Visita guiada ao museu das porcelanas e pratarias utilizadas pelos imperadores nos seus grandiosos jantares, festas e bailes.
  • Visita à Biblioteca Nacional, uma das mais bonitas bibliotecas barrocas na Europa
  • Visita guiada ao museu das jóias: A coroa imperial austríaca e a coroa e a insígnia do Santo Império Romano fazem parte da coleção. Outros destaques são: o berço dourado do filho de Napoleão, o tesouro da Ordem do Tosão de Ouro e o restante do suntuoso tesouro do Duque de Bourgogne
  • Visita guiada à Cripta dos Capuchinhos com os sarcófagos monumentais dos Habsburgos
  • Assistir o treino dos cavalos Lipizzanos na Escola de Equitação Espanhola (disponível só na parte da manhã)
  • Visita guiada aos estábulos dos cavalos Lipizzanos e a famosa sala da Escola de Equitação Espanhola
  • Passeio pelo Parque das rosas  com o monumento de Sissi
  • Passeio pelo Parque Imperial com o monumento de Mozart e a Casa das Palmeiras onde se encontra a Casa das borboletas
  • Café e bolo no Demmel Hofkonditorei (ex-pastelaria imperial)
  • Missa com os Meninos Cantores de Viena na Capela Hofburg (somente aos domingos)
  • Apresentação dos cavalos Lipizzanos na Escola de Equitação Espanhola (somente aos domingos)

VISITAS TEMÁTICAS/ESPECIALISTAS EM VIENA

Palácio de SCHONBRUNN

  • Highlight-tour“: Os destaques de Schönbrunn. Aproximadamente 22 salas, que é a parte mais impressionante do Palácio, com os grandes salões de festa, salão dos milhões, a cama das cerimônias de Maria Teresa
  • Imperial tour“: Aproximadamente 22 salas do palácio imperial com os apartamentos do Imperador Francisco José e da Imperatriz Elizabeth e os grandes salões de festa
  • Grand tour“: 40 salas – todas as salas abertas ao público – (é uma fusão das duas opções anteriores).

Pode-se incluir:

  • Visita guiada ao Museu das Carroças.
  • Passeio a pé ou com um trenzinho até a “Gloriette” com um belo panorama dos jardins e da cidade
  • A casa das Palmeiras
  • Para famílias com crianças o mais antigo zoológico do mundo

Igrejas – A Alma de Viena

  • Catedral de São Estevão – arquitetura filigrana
  • Igreja de São Pedro – Obra de arte barroca
  • Igreja de Santo Agostinho – Obra-prima do artista Antônio Canova
  • São Carlos Borromeo – possibilidade de subir na cúpula, de elevador, e apreciar de muito perto os belos afrescos, e desfrutar de uma esplêndida vista sobre os telhados do centro
  • Igreja da Ordem Minoritária – famosa por seu mosaico que reproduz a “Última Ceia” de Leonardo da Vinci
  • Igreja de São Miguel – do românico ao classicismo.
  • Maria “am Gestade” (a Igreja de Santa Maria à Margem), com uma torre única.
  • Igreja Franciscana – possui o órgão mais antigo da cidade.
  • Igreja dos Jesuítas – com a sua pintura ilusionista cria a visão de uma cúpula.
  • Igreja Santa Anna – impressiona com sua harmonia de cores e esculturas.
  • Igreja “Am Steinhof” – é um dos edifícios mais importantes de Art Nouveau em Viena.
  • Igreja no Cemitério Central – obra Art Nouveau desconhecida.
  • Igreja “Wotruba” – uma construção moderna de blocos de concreto rodeada de grama verde. Espanhola

Passeio no centro antigo: Viena e Música

  • Visita guiada ao Teatro da Ópera.
  • Visita guiada ao Museu de Mozart, que se encontra na casa onde Mozart compôs “As Bodas de Fígaro”.
  • Visita guiada à Casa da Música, um museu muito interessante e interativo
  • Visita guiada à coleção de antigos instrumentos musicais
  • Visitas guiadas aos museus dedicados aos vários músicos (Mozart, Strauss, Beethoven, Schubert, Haydn).  Como a maioria dos museus encontram-se fora do centro, neste caso, seria interessante combinar com uma excursão panorâmica

Viena Judaica

  • Visita ao Museu Judaico Judenplatz com os fundamentos da mais antiga sinagoga em Viena.
  • Museu Judaico de Viena – Dorotheergasse –  Documenta a vida dos judeus residentes em Viena (alguns deles famosos  como Zweig, Freud, Mahler e Schoenberg
  • Visita à Sinagoga – o “Stadttempel” foi projetado pelo famoso arquiteto Josef Biedermeier  Kornhäusl e foi a única sinagoga que sobreviveu à Noite dos Cristais

Viena e arte Noveau

  • Visita da Secessão com a monumental obra de Gustav Klimt “O friso Beethoven”, concebido como uma batalha entre o bem e o mal, que pretendia ser uma tradução simbólica da “Nona Sinfonia” do compositor alemão
  • Circuito nos passos de Otto Wagner : Um dos principais nomes da história da arquitetura inovativa de Viena, dessa época, foi Otto Wagner. Ele marcou mais do que qualquer outro a arquitetura da arte nova vienense do final do século XIX. Podemos ver a Postsparkasse (Caixa Postal de Poupanças), os marcantes edifícios decorados com desenhos e flores da Rua Linke Wienzeile, mais conhecida como Majolikahaus, e as famosas estações do metrô de Viena
  • Art Nouveau, no centro da cidade: Uma caminhada com foco nos famosos, mas também aos não menos conhecidos prédios art-nouveau no centro da cidade, como o “Palmenhaus”, uma antiga estufa de palmeiras em pleno parque imperial, o edifício conhecido como Looshaus, de Adolf Loos.  Você ficará surpreso com a quantidade de edifícios, portais e vitrines, como também muitos pequenos detalhes da época Art Nouveau podem ser vistos na cidade velha – menos conhecidos, mas não menos deslumbrantes
  • Igreja de Steinhof, projetada por Otto Wagner com murais de Gustav Klimt e vitrais de Kolomann Moser (somente com reserva)
  • Igreja “am Zentralfriedhof”, Igreja no Cemitério Central – obra Arte Nouveau desconhecida
  • Visita guiada à galeria austríaca no Palácio Belvedere  – com “o beijo” o mais famoso do mundo
  • Museu Leopold com suas inúmeras obras de Schiele
  • Museu de Artes Aplicadas – o museu exibe muitos objetos da Wiener Werkstätte
  • Museu Histórico de Viena com Pinturas de Gustav Klimt e Egon Schiele

Museus – O tesouro de Viena

Museus no Palácio Hofburg: 

O Palácio Imperial não é apenas um palácio, mas um grande complexo que abriga vários museus.

Museu Sissi e os Apartamentos Imperiais:

Visita guiada no Museu Sissi e nos Apartamentos Imperiais: O museu exibe muitos objetos originais de posse da Imperatriz, mas também algumas réplicas interessantes. Vamos ver o que realmente existe entre mito e verdade, fugindo dos clichês habituais, sobre a vida dessa famosa personagem. Em seguida visitamos as salas oficiais originais do Imperador Francisco José I e da Imperatriz Sissi.

Museu das jóias (Schatzkammer )

A coroa imperial austríaca, assim como a coroa e a insígnia do Santo Império Romano fazem parte da coleção. Outros destaques são o berço dourado do filho de Napoleão, o tesouro da Ordem de Velocino de Ouro

Museu das porcelanas e prataria (Silberkammer)

Querem ver como comiam os imperadores? Este museu mostra os objetos riquíssimos utilizados pelos imperadores nos seus grandiosos jantares, festas e bailes.

Museu de Belas Artes (Kunsthistorisches Museum )

O próprio museu é uma obra de arte e apresenta um esplêndido panorama da pintura e da escultura européia entre os séculos 14 e 18, com obras de Rubens, Tiziano, Rafael, Rembrandt, Van Dick, Velásquez, Bosch, Bruegel, Dürer, Canova, Caravaggio, Holbein e Vermeer, para mencionar apenas alguns artistas.

A Galeria Austríaca no Belvedere

A Galeria Austríaca no Belvedere contém a maior coleção de obras de arte austríaca dos séculos XIX e XX, mas também a arte internacional. Como obras de Gustav Klimt, Egon Schiele e Oskar Kokoschka, obras importantes do impressionismo francês, a coleção mais importante de Áustria de Biedermeier, com obras de Waldmüller, Amerling, Fendi, e também obras do Realismo, Historicismo, Impressionismo e Simbolismo, com Romako, Makart, Boeckl, Wotruba, Lehmden e Hundertwasser.

Galeria Austríaca no Palácio Belvedere

A galeria austríaca ocupa um dos palácios mais magníficos de Viena e apresenta toda a evolução da arte austríaca, da Idade Média ao século 20 – entre elas brilha a famosa pintura de Gustav Klimt com o quadro mais famoso, “O beijo”.

Albertina

A Albertina não só possui uma das mais importantes coleções de artes gráficas do mundo, mas também possui a coleção batliner com preciosidades de Picasso, Monet, Renoir, Francis Bacon, Matisse, Cézanne, Modigliani e Miró. É também um dos museus mais importante para a arte do século XX.

MQ (Bairro dos Museus)

MQ é um dos dez maiores recintos culturais do mundo, situado no areal dos antigos estábulos imperiais. 

O sensacional recinto de arte em Viena, com uma fascinante mistura de arquitetura barroca e arquitetura moderna, atrai com seus museus: 

Museu Leopold

Mostra uma panorâmica da arte austríaca entre meados do século XIX e meados do século XX, com o maior acervo do mundo de obras de Egon Schiele.Mostra uma panorâmica da arte austríaca entre meados do século XIX e meados do século XX, com o maior acervo do mundo de obras de Egon Schiele. 

Museu de Arte Moderna (MUMOK)

A exposição do acervo apresenta uma sintética, porém brilhante seleção de obras dos mais importantes artistas europeus e norte-americanos do século 20, como Picasso, Moore, Giacometti, Mondrian, Kandinsky, Klee, Magritte. 

Museu Hundertwasser “Kunsthaus Wien”

“A casa de Arte Viena” – Extravagante, faz parte dos interessantes edifícios projetados pelo artista Hundertwasser – o “Gaudi austríaco”. Aqui ele criou um museu que exibe o seu trabalho como pintor, bem como exposições temporárias. 

Museu de Artes Aplicadas (MAK) 

Mostra as mudanças, exigências e moda da “arte” que nos rodeiam no dia-a-dia, desde a Idade Média até a atualidade. Merecem uma atenção especial, as refinadas peças da “Wiener Werkstätt”.Mostra as mudanças, exigências e moda da “arte” que nos rodeiam no dia-a-dia, desde a Idade Média até a atualidade. Merecem uma atenção especial, as refinadas peças da “Wiener Werkstätt”

Palácio de Schönbrunn –  A antiga residência de verão dos Habsburgos impressiona com salas de cerimônias imperiais e jardins magníficos. Maria Theresa, o Imperador Franz Joseph, a Imperatriz Elisabeth e outros residiram aqui.

Schönbrunn Palace é um dos mais belos complexos barrocos da Europa e está na posse dos Habsburgos desde 1569. A esposa do imperador Fernando II, Eleonore von Gonzaga, teve um palácio de lazer construído no local em 1642 e chamou a propriedade de “Schönbrunn” pela primeira vez. O complexo do palácio e jardim criado a partir de 1696 após o cerco de Viena foi totalmente redesenhado sob Maria Theresa, depois de 1743. Hoje, devido à sua importância histórica, seu layout único e mobiliário magnífico, o palácio é um Patrimônio Mundial da UNESCO.

O Zoológico de  Schönbrunn, em Viena, é o zoológico mais antigo do mundo e já foi eleito o melhor zoológico da Europa em quatro ocasiões. Todos os anos, mais de dois milhões de visitantes vêm para ver o bebê panda, os elefantes recém-nascidos e muitos outros animais raros.

Catedral de Santo Estêvão – a Catedral de  Santo Estêvão é o símbolo de Viena. A construção começou no século XII. Hoje, é uma das estruturas góticas mais importantes da Áustria.

Palácio Imperial – Hofburg –  Por mais de sete séculos, o grande império dos Habsburgos foi governado a partir do Palácio Imperial. Hoje, a Capela Imperial Gótica, onde o Coral dos Meninos de Viena se apresenta durante a missa no domingo, é um remanescente do Palácio Imperial da Idade Média.

Belvedere –  O Belvedere não é apenas um magnífico palácio barroco, mas também abriga uma das coleções de arte mais valiosas da Áustria – com obras-chave de Gustav Klimt, Egon Schiele e Oskar Kokoschka.

Roda Gigante –  A Roda Gigante foi erguida em 1897 para marcar o 50º ano de acesso do imperador Franz Joseph ao trono. Tem sido uma característica duradoura do horizonte da cidade desde então. Situado bem perto da entrada do parque de diversões Wurstelprater, suas cabines oferecem uma vista maravilhosa da cidade e do Prater. O diâmetro da roda é quase 61 metros, toda a estrutura de ferro pesa 430 toneladas. A roda gira a uma velocidade de 2,7 km / h.

Albertina –  A Albertina não possui apenas as maiores e mais valiosas coleções gráficas do mundo, com trabalhos como “Hare”, de Dürer, e estudos de mulheres de Klimt. Sua mais recente coleção de exposições apresenta obras-primas do moderno, abrangendo Monet para Picasso e Baselitz. Como o maior palácio residencial de Habsburgo, a Albertina domina a ponta sul do Palácio Imperial em uma das últimas muralhas da fortaleza em Viena.

Kunsthistorisches Museum Wien (Museu de História da Arte) –  O Kunsthistorisches Museum (Museu de História da Arte) foi construído em 1891 perto do Palácio Imperial para abrigar as extensas coleções da família imperial. Com sua vasta gama de obras eminentes e a maior coleção de Bruegel do mundo, é considerada um dos museus mais eminentes do mundo.

MuseumsQuartier –  o empolgante complexo de arte de Viena perto do Palácio Imperial oferece não apenas renomados museus como o Leopold Museum, com suas inúmeras obras de Schiele, o Museu de Arte Contemporânea e o Kunsthalle: uma variedade de restaurantes, cafés e bares fazem deste museu distrito ainda mais atraente.

Torre do Danúbio –  A 826 pés de altura, com dois elevadores expressos levando-o ao restaurante giratório para uma vista esplêndida (a 564 pés) em 35 segundos: esta é a Torre do Danúbio, um dos marcos de Viena.

A Ringstrasse de Viena  a Ringstrasse de Viena tem 5,3 quilômetros de extensão. Suficiente para fornecer espaço para numerosos edifícios monumentais, que foram construídos durante o período do historicismo na década de 1860 a 1890. Hoje, os prédios que estão lá – da Ópera Estatal de Viena ao Museu de Belas Artes – estão entre as atrações mais importantes da cidade de Viena.

Ópera Estatal de Viena –  A Ópera Estatal de Viena é um dos principais endereços de ópera do mundo – onde você pode aproveitar o que há de melhor em produções de primeira classe. Este famoso palco oferece um programa diferente todos os dias, com mais de 50 óperas e ballet em cerca de 300 dias por temporada.

Naturhistorisches Museum Vienna (Museu de História Natural) –  A história da terra e a impressionante variedade da natureza podem ser praticamente experimentadas devido a 20 milhões de objetos: de insetos a pedras preciosas e minerais e pterodátilos, os Habsburgos uniram tudo sob o teto deste museu próximo o Palácio Imperial. Numerosos espécimes de taxidermia de animais que estão extintos ou ameaçados de extinção tornam a coleção ainda mais valiosa.

House of the Sea –  O maior aquário da Áustria  está localizado no House of the Sea: Um tanque de 300 mil litros detém tubarões preto e branco, tubarões de bambu, e Puppi, uma tartaruga do mar. Outro destaque é o tanque de 150 mil litros para os  tubarões-martelo  no décimo andar da antiga torre antiaérea. No térreo, os visitantes podem caminhar pelo Túnel do Atlântico, de dez metros de comprimento  : um túnel leva até um aquário de 500 mil litros, que abriga os peixes do Oceano Atlântico – que vão desde peixes-donzelas a raias águias e tubarões-lixa. E o café no 11º andar concede aos visitantes uma vista de tirar o fôlego de Viena.

Museu de Tecnologia –  As exposições únicas, do passado ao futuro, fazem do museu um local de entretenimento para excitantes desenvolvimentos tecnológicos. Apresentações multimídia iluminam a influência das conquistas tecnológicas em nossa sociedade, economia e cultura. Os visitantes experimentam o extraordinário mundo da tecnologia.

Escola Espanhola de Equitação –  A Escola de Equitação Espanhola e seus mundialmente famosos Lipizzaners oferecem o mais alto padrão de arte de equitação no ambiente barroco do Palácio Imperial.

Abóbada Imperial (Cripta Imperial) –  A Cripta Imperial está localizada abaixo da Igreja dos Capuchinhos e é destinada a membros da antiga dinastia Habsburgo da Áustria, que foram enterrados na cripta desde 1633.

cellist at a concert

Casa da Música –  Sinta-se em uma jornada musical no singular Museu do Som de Viena – no histórico palácio do Arquiduque Carlos, no centro da cidade antiga. Observe os grandes compositores, olhe por cima dos ombros enquanto eles trabalham, confronte os maiores músicos do nosso tempo e veja o futuro musical da música de computador.

Igreja de São Carlos –  A igreja, concluída em 1739 por Joseph Emanuel Fischer von Erlach, foi construída como resultado de um voto do imperador Carlos VI durante uma epidemia de peste. A igreja é consagrada ao santo padroeiro do imperador Habsburgo, São Carlos Borromeo: As exposições no pequeno Museu Borromeo incluem as roupas de viagem do Bispo de Milão.

MAK – Museu de Artes Aplicadas –  Design é uma das principais características da MAK. O museu mostra móveis, vidro, porcelana, prata e tecidos desde a Idade Média até os dias atuais. Ofícios preciosos da Wiener Werkstätte, móveis de madeira curvada da Thonet e destaques art nouveau, como o design dourado de Gustav Klimt para o friso de Stoclet Palais em Bruxelas.

English
Back to Top