Inglaterra

Inglaterra

Inglaterra, local de nascimento de Shakespeare e The Beatles, é um país nas ilhas britânicas que fazem fronteira com a Escócia e o País de Gales. A capital, Londres, no rio Tamisa, é o lar do Parlamento, do Big Ben e da Torre de Londres. É também um centro multicultural e moderno para as artes e as empresas. Outras grandes cidades são Manchester, Birmingham, Liverpool, Bristol e os centros universitários de Oxford e Cambridge.

Londres, a capital da Inglaterra e do Reino Unido, é uma cidade super moderna, com história originária à época do império romano. Em seu centro, estão as imponentes Casas do Parlamento, a icônica torre do relógio Big Ben e a Abadia de Westminster – local das coroações de monarcas britânicos.

A monarquia britânica traça suas origens dos pequenos reinos da Escócia medieval, da Inglaterra e da Inglaterra anglo-saxônica, que se consolidaram nos reinos da Inglaterra e da Escócia no século 10 dC. Em 1066, o último monarca anglo-saxão coroado, Harold Godwinson, foi derrotado e morto durante a conquista normanda da Inglaterra e a monarquia inglesa passou ao líder vitorioso dos normandos, William the Conqueror e seus descendentes. A partir da década de 1080, as senhorias do País de Gales do Sul eram ocupadas por uma sucessão de famílias normandas entre casais com casas antigas de Galês leais ao trono inglês, com muitas senhoras também detidas pelo rei inglês por direito próprio. O processo foi concluído no século 13, quando o norte do País de Gales, como principado, tornou-se um estado-cliente do reino inglês, enquanto a Magna Carta iniciou um processo de redução dos poderes políticos do monarca inglês. A partir de 1603, quando o monarca escocês James VI herdou o trono inglês como James I, ambos os reinos inglês e escocês foram governados por um único soberano. De 1649 a 1660, a tradição da monarquia foi quebrada pela Commonwealth republicana de Inglaterra, que seguiu as Guerras dos Três Reinos. O Ato de assentamento 1701 excluiu os católicos romanos, ou aqueles que se casaram com católicos, da sucessão ao trono inglês. Em 1707, os reinos da Inglaterra e da Escócia foram fundidos para criar o Reino da Grã-Bretanha e, em 1801, o Reino da Irlanda uniu-se para criar o Reino Unido da Grã-Bretanha e da Irlanda. O monarca britânico tornou-se chefe nominal do vasto Império Britânico, que cobriu uma parte da superfície mundial em sua maior extensão em 1921. No início da década de 1920, os cinco sextos da Irlanda se separaram da União como Estado Livre da Irlanda e a Declaração de Balfour reconheceu a evolução dos domínios do império em países independentes e autônomos dentro de uma Comunidade das Nações. Após a Segunda Guerra Mundial, a grande maioria das colônias e territórios britânicos tornou-se independente, trazendo efetivamente o império ao fim. George VI e seu sucessor, Elizabeth II, adotaram o título de Chefe da Commonwealth como um símbolo da livre associação de seus Estados membros independentes. O Reino Unido e quinze outras monarquias da Commonwealth que compartilham a mesma pessoa que o seu monarca são chamados de reinos da Commonwealth. Os termos monarquia britânica e monarca britânico freqüentemente ainda são empregados em referência ao indivíduo e instituição compartilhados; no entanto, cada país é soberano e independente dos outros, e o monarca tem um título e estilo nacional diferente, específico e oficial para cada domínio.

 

Nossos serviços particulares disponíveis

  • Passeio com guia particular a pé e transporte público
  • Day Tours (bate e volta) a várias cidades da Inglaterra partir de Londres e Southampton
  • Passeios de carro com motorista particular (até 6 pessoas) a outras cidades da Inglaterra
  • Transfers
  • Personal Shopper em Londres
  • Foto Tours em Londres

Algumas das Principais atrações da cidade

Palácio de Buckingham

 

Abadia de Westminster – Chapter House and Pyx Chamber formam uma atração combinada em Londres com a gloriosa Westminster Abbey, que foi fundada no século X e orgulhosamente se conserva como um dos mais famosos locais históricos no mundo. Chapter House and Pyx Chamber são mantidos pela English Heritage em reconhecimento da sua importância histórica. The Chapter House da Westminster Abbey foi construída em 1250. Chapter House é decorada pela pintura em suas paredes que representam um exemplo espetacular da arquitetura do século XIII. Pyx Chamber começou a ser construído por volta de 1070. Suas características medievais do piso e altar de pedras são do século XIII. Essas atrações combinadas fascinam qualquer um interessado em arquitetura histórica ou Teologia.

Casas do Parlamento (Palácio de Westminster) e Big Ben – Houses of Parliament (oficialmente chamado de Palace of Westminster) é o centro político do Reino Unido, onde os políticos eleitos propõem e aprovam leis que regem o país. Uma fotografia nas casas do parlamento é bastante popular entre os turistas e assegura que o prédio é um dos mais visitados em Londres. O palácio de Westminster contém a House of Commons e a House of Lords.

Turistas que são residentes em UK, podem completar o tour pelas casas do parlamento, atender a debates, assistir a sessões judiciais e parlamentares, ou subir no Big Ben. Para os turistas não residentes em UK, ‘Overseas tourists’ existem algumas visitas guiadas com horários e datas previamente marcadas, porém com algumas restrições de acesso.

Entre em contato conosco aqui.

Torre de Londres

Tower Bridge

London Eye – Desde inaugurada em 31 de dezembro de 1999, o London Eye (também conhecida como Millennium Wheel) tornou-se o mais conhecido símbolo de Londres e se tornou rapidamente a mais popular entre as atrações pagas da cidade, com mais de três milhões de pessoas dando uma volta nela a cada ano. Provendo incríveis visões panorâmicas da cidade, a London-Eye possui 135 metros de altura. A London Eye é a maior roda gigante metálica da Europa e toma meia hora para dar uma volta compete, dando aos turistas tempo suficiente para aproveitar vistas maravilhosas da cidade. Localizada as margens do Tamisa, o London Eye está situada no coração de Londres em frente ao parlamento (Houses of Parliament) e Big Ben. O London Eye oferece uma experiência de vídeo 4D que os turistas podem aproveitar antes de dar a volta na roda gigante. Os apaixonados podem alugar uma cápsula, conhecida como a cápsula do cupido, completa com Champagne e trufas. Você também tem a opção de alugar uma cápsula privative para você e mais 24 amigos. Outras atrações próximas são the London Aquarium, o BFI’s IMAX Cinema, o Southbank Centre e o ponto de início para os cruzeiros pelo rio Tamisa (cruises of the River Thames).

Catedral São Paulo

Notting Hill e mercado de Portobello

Camden Town – Camden High Street é uma das ruas mais conhecidas de Londres, e atrai milhares de turistas a cada ano com sua boêmia e atmosfera artística. Enquanto a maioria das ruas da cidade é preenchida com símbolos nacionais, Camden High Street é mais conhecida por seu estilo eclético de lojas independentes, pubs, casas de shows e o famoso Camden Market. É uma das atrações mais populares de Londres para a cultura alternativa.  

Camden High Street é o epicentro de Camden Town, e é bastante visitada por poetas, escritores e interessados por arte em geral. Ao topo da Camden High Street fica o Camden Lock. A rua contém uma grande variedade de lojas de roupas, sapatos e itens exóticos em geral, além de ótimas casas noturnas para shows como o conhecido mundialmente Camden Barfly; e bem próximo a rua está também o The Good Mixer pub, famoso por exibir nos anos 90 a Britpop era do Blur, Oasis e Pulp.    

Camden High Street é provavelmente a área mais eclética, boêmia e cosmopolita no mundo. Nenhum turista de Londres respire a real experiência da cidade sem uma visita a Camden Town.

Trafalgar Square

Galeria Nacional de arte

Museu Britânico – O British Museum oferece admissão gratuita para todos os turistas de Londres, fazendo da atração uma das mais populares atrações gratuitas para se visitar na cidade. Os objetos mantidos pelo museu britânico contam a história da humanidade desde o princípio até os dias atuais. O museu é uma atração popular para quem se interessa por antropologia. A história do museu data de 1753; o museu foi aberto ao público em 1759. O British Museum é dividido nos seguintes departamentos: Egito e Sudão anciental; Antiguidades Gregas e Romanas; Meio leste; Impressos e desenhos; Asia; Oceania, Africa & As Américas; Moedas e Medalhas; Pré-história & Europa; Conservação, Documentação & Ciência. O museu também oferece algumas mostras temporárias que normalmente são de admissões pagas.

Museu de História Natural

Museu Victória e Albert

Palácio de Kensington

Parques Reais (Hyde Park, Green Park, Regent Park, St. James’s Park)

Museu de cera Madame Tussauds

Museus de Guerra (Churchill war rooms, Imperial war museum) – O Churchill Museum & Cabinet War Rooms é operado pelo Imperial War Museum e é uma das atrações mais populares entre os interessados pela segunda Guerra mundial ou história da política britanica. The Churchill Museum & War Rooms está localizado no porão do prédio do Tesouro Nacional no distrito governamental de Whitehall em Londres. O cabinete de quartos de guerra foi utilizado como centro de operações para o governo britanico durante a segunda Guerra mundial. O Cabinet War Rooms permitem os turistas explorarem o quarto dos mapas, o quarto de Chirchill, o quarto dos telefones transatlanticos, o quarto do cabinet e a rotina diária. Essa atração tem se preservado para dar o sentiment autentico do ambiente em que o governo britanico realizou trabalhos em tempos difíceis de Guerra. O Churchill Museum permite que os turistas leiam as cartas e relatórios escolares de Winston Churchill, suas peças jornalísticas, e um diário detalhado da vida de Churchill.

Entre em contato conosco aqui.

Greenwich – O mundialmente famoso Greenwich Observatory (oficialmente conhecido como o Royal Observatory) é parte do National Maritime Museum, e fica muito próximo ao Old Royal Naval College, coletivamente formando uma das mais atrativas localizações de Londres. O Greenwich Observatory é famoso por delimiter a hora mundial. Pontos principais do Greenwich Observatory incluem o Peter Harrison Planetarium, onde os turistas podem aproveitar documentaries fascinantes sobre o tempo, o sol, o espaço; a galeria astronômica de Weller, que ajuda a explicar os mistérios do universo, a globalmente famosa linha do meridiano, que prove ao turista grandes oportunidades de fotografias e o icônico telescópio de Greenwich do século 19.  Os turistas também podem visitar Flamsteed House que era o original observatório de Greenwich do século XVII. Flamsteed House foi projetada pelo mais famoso arquiteto do mundo, Sir Christopher Wren.

 

Old Royal Naval College – O Old Royal Naval College, Greenwich é o epicentro do patrimônio histórico da humanidade pela UNESCO, incluindo o National Maritime Museum, Queen’s House and the Royal Observatory. The Old Royal Naval College situa-se próximo ao Greenwich Park, the o famoso parquet e local de jogos olímpicos de Londres em 2012. A história do Old Royal Naval College data de desde 1420s, quando o rei Henry VII construiu o Greenwich Palace no local. O próximo notável passo na história do local foi quando o super celebrado arquiteto Sir Christopher Wren – responsável por atrações de Londres como St Paul’s Cathedral e The Monument to The Great Fire of London – construiu o hospital de Greenwich entre 1696 e 1712. O hospital teve uma longa e distinta história, antes de ser fechado em 1869. A terceira fase da história desse local chegou em 1873, quando a belíssima construção de Wren tornou-se um centro de treinamento para a Marinha, servindo para tal por mais de um século antes de fechar em 1998. A quarta fase da história do Old Royal Naval College veio em 2002, quando o grandioso tribute arquitetônico se tornou aberto ao público, dando aos turistas a oportunidades de aprender sobre a marinha real e sua enorme influência ao redor do globo.

 

National Maritime Museum – O National Maritime Museum é um dos mais importantes museus de Londres (London museum), mostrando a ilustre história da marinha britânica. O museu está localizado em Greenwich – patrimônio histórico mundial da UNESCO – um dos mais prestigiosos atrativos de Londres – e ainda inclui o Royal Observatory e a Queen’s House. O National Maritime Museum está localizado entre os famosos jardins reais de Greenwich (royal gardens of Greenwich Park). A entrada é gratuita. Provavelmente o ponto principal do National Maritime Museum é a exibição ‘Nelson Display’ onde a vida de Horatio Nelson, Homem do mar britânico mais famoso, é explicada incluindo a oportunidade de ver o próprio uniforme utilizado pelo Lord Nelson na ocasião de sua morte. Outros pontos a serem vistos incluem a história de como o sol afeta os trabalhos da Terra, a Horologia (explicação de como os oceanos funcionam), o relacionamento entre Londres e a história commercial da marinha Britânica, a história do tempo de Greenwich e a história do relacionamento entre a humanidade e o controle do tempo. Outras atrações incluem uma larga variedade de galerias incluindo ‘The Last of the Tall Ships’ demonstrando veleiros de comerciantes entre os anos de 1920 e ’30s; ‘Art of the Sea’, uma coleção de pinturas Européias que utilizam o mar como inspiração e uma coleção de pinturas do período Tudor.

 

Greenwich Park – Greenwich Park é um dos mais famosos parques reais de Londres ( London’s famous royal parks). O mesmo faz parte do patrimônio histórico de Greenwich. Além das vistas panorâmicas do Rio Tamisa e The city, outras áreas de interesse são os jardins herbais, os jardins de rosas. O Greenwich park também é famoso por ser passagem da linha do meridiano que divide os hemisférios. E uma nova página da sua história foi escrita com os jogos olímpicos de 2012, pois o mesmo recebeu os eventos equestres das olimpíadas.

 

Cutty Sark – O Cutty Sark é um navio do século 19 localizado no banco sul do Rio Tamisa em Maritime Greenwich e faz parte do Patrimônio protegido pela UNESCO. A atração atrai incontáveis turistas para Greenwich todos os anos. O Cutty Sark é uma das atrações mais populares entre os que apreciam o mundo náutico. O Cutty Sark é um dos únicos três navios do seu estilo do século 19 ainda existentes atualmente. Construído em 1869, esse tesouro Victoriano foi aberto ao público em 1954. O Cutty Sark está localizado a uma curta caminhada para o National Maritime Museum e Greenwich Park. Nós recomendamos que os turistas dediquem um dia inteiro para aproveitar todas as atrações em Greenwich.

 

 

Passeios Próximos à Londres (entre 1 a 2 horas de trajeto em trem)

Windsor

Oxford

Cambridge

Salisbury e Stonehenge

Bath

Stratford-up-on-Avon

Brighton

Bournemouth

Southampton

Entre em contato conosco aqui.

English Back to Top